17 de set de 2010

BH em festa hoje e Curitiba aguarda Claudia Leitte


A emoção nesta sexta está reservada para os mineiros, com o Uai Folia. Será a primeira apresentação da nova turnê Rhytmos de Claudia Leitte em Belo Horizonte. Ela chega empolgada pelo carinho que tem pelos mineiros e por poder matar a saudade dos fãs de BH, mas Curitiba também já entrou na contagem regressiva a espera do mega show da musa baiana, que acontece no dia 15 de outubro, no Expotrade.
Mais de 300 mil pessoas já viram e aplaudiram o espetáculo Rhytmos, a nova turnê de Claudia Leitte. Ele encarna o novo momento da musa baiana, que nasceu nos berço do axé, mas hoje navega no pop sem fronteiras. E leva ao palco uma combinação de performances e tecnologia de tirar o fôlego, muita cênica, seis trocas de figurino e até recursos de ilusionismo. Tudo inspirado no álbum ‘As Máscaras’, que chegou em julho às lojas de todo o país e já é um dos mais vendidos.
E o evento desta sexta em BH promete. Claudia está empolgada. A turnê Rhytmos agrega uma proposta nova, desde o cenário, passando pelo figurino, o corpo de baile e casting a revelar uma Claudia Leitte que ousa experimentar, recorrendo a um repertório regado de muito Axé, Pop, Rock, R&B, Hip Hop e mais uma enorme gama de ritmos e gêneros, envolta em muito swing e um batuque para lá de moderno.
Trabalhamos muito para produzir este espetáculo. Nossa proposta era fazer mais que um show. Algo moderno, dinâmico, impactante. Difícil não foi conceber o projeto. Difícil foi torná-lo real rsrs. Trabalhamos muito. Foram meses de ensaios exaustivos e uma equipe enorme pra montar cada parte do espetáculo que idealizamos. Da primeira a última música nem o publico e nem nós paramos sequer pra respirar rsrsrs.
diz Claudia toda empolgada.
A turnê tem por referência o novo CD que já é um dos três mais vendidos do mercado fonográfico nacional, agora puxado também pelo hit ‘Don Juan’, cantado em parceria com Belo. Entre suas faixas inéditas, sucessos como ‘Trilhos Fortes’, ‘Negou o Nagô’, ‘Sincera’, ‘Flores da Favela’, ‘Água’, ‘Xô Pirua’, ‘Faz Um’ e ‘As Máscaras’.
Quis fazer um show que abraçasse todos os ritmos. Daí surgiu o nome da turnê, Rhytmos, que em grego, tem a mesma leitura, mesma sonoridade e o mesmo significado do aportuguesado ritmos.
Fonte: Paulo Roberto Sampaio – Assessor de Imprensa – Site Oficial

Nenhum comentário:

Postar um comentário